As sinergias das empresas nos compromissos globais

Pedro São Simão
Coordenador do Pacto Português para os Plásticos

Como devemos encarar o material plástico? E que desafios tem Portugal para cumprir as suasmetas de reciclagem até 2025? Quais as medidas essenciais para garantir este cumprimento? As respostas a estas questões podem ser ouvidas aqui.
Com Nuno Dias, Diretor de Clientes da SPV


Foto Moderador
Pedro São Simão
Coordenador do Pacto Português para os Plásticos

Pedro São Simão possui Mestrado em Economia pela Universidade do Porto (Portugal) e certificado de Pós-graduação em Cadeias de Valor Sustentáveis pela universidade de Cambridge (Reino Unido).

Após o início de sua carreira na América Latina - Venezuela e Brasil - Pedro começou a trabalhar numa empresa familiar de injeção de plásticos, a Ernesto São Simão Lda. (ESS). Lá, assumiu o cargo de Gerente Geral, sendo responsável pela área financeira e gestão de projetos de investimento, focados principalmente na área de sustentabilidade e economia circular.

O foco na sustentabilidade dos plásticos levou a ESS a tornar-se membro da Direção da associação Smart Waste Portugal, referencia nacional promoção da economia circular em Portugal, onde Pedro São Simão é o representante da empresa. Lá, ele foi responsável por liderar o "Grupo de Trabalho de Plásticos na Economia Circular" e contribui para as diferentes iniciativas relacionadas a plásticos.

Pedro São Simão assumiu recentemente a posição de coordenador do Pacto Português dos Plásticos, uma iniciativa colaborativa que reúne várias entidades da cadeia de valor dos plásticos portugueses, com o objetivo de criar uma economia circular de plásticos em Portugal, onde os plásticos nunca se tornam resíduos.

Foto Convidado
Nuno Dias
Diretor de Clientes da Sociedade Ponto Verde

Nuno André Dias é licenciado em Gestão pelo Instituto Superior de Economia e Gestão e assume a Direção de Clientes da Sociedade Ponto Verde desde setembro de 2019, liderando a equipa de gestores que tem como missão apoiar entidades embaladoras na gestão operacional de valorização e reciclagem das suas embalagens e em questões relacionadas com o cumprimento de critérios de sustentabilidade e circularidade.

O gestor conta com mais de 25 anos de experiência profissional e passou por empresas multinacionais nos setores da Distribuição, Grande Consumo e Retalho Especializado, entre as quais Mars, Sonae, Reckitt Benckiser, AKI e DIA Portugal.

Reciclar é prevenir
e prevenir é inovar.